domingo, 25 de dezembro de 2011

Por todo canto, por todo sopro ...


‎"Em todas as idas e vindas, obscuramente eu sempre sabia: embora tudo mude, nada muda porque tudo permanece aqui dentro e fala comigo, e me segura no colo quando eu mesma não consigo me sustentar. E depois me solta de novo, para que eu volte a andar pelos meus próprios pés. A vida é mãe nem sempre carinhosa, mas tem uma vara de condão especial: o mistério com que embrulha todas as coisas, e a algumas deixa invisíveis."

Namastê !

domingo, 18 de dezembro de 2011

2.5

Não existe manual e ninguém tem a receita, livros e filmes também não podem ajudar (é fantansia demais pra vida real!), amigos, colegas, parentes distantes também não... Nossos pais ? Esses tentam exaustivamente, sem se cansar ou reclamar. Mas na dura saga do "pão nosso de cada dia" ... Ah! Essa é você com você mesmo, caindo, levantando, partindo, voltando, sorrindo, chorando ... e assim por diante. A tão esperada "maturidade" esta sempre acompanhada de uma lista inacabavel de "deveres", e "voilà!" : Benvindo ao mundo daqueles que chamamos de "gente grande" ! ( e pensar que eu ainda nem cheguei nos trinta! rs) Mas é como se diz por aqui : "C'est la vie" -  Então bora fazer uma limonada, e beber lentamente, de canudinho, pra ficar mais divertido !


sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Nostalgicos ...



Faz frio la fora ...
é nessas horas que eu tenho um desejo 
de crisalida,
de vinil,
de cobertor,
de VHS,
de sopa de legumes,
de inicio de namoro,
de domingo,
E sem perceber ...
Que horas são ?

terça-feira, 1 de novembro de 2011

sweet november



Com sol e chuva e céu nublado ...
um feriado celebrando àqueles que ja fizeram parte da nossa historia,
uma preguiça de domingo e um remorso do òcio;
uma promessa aqui e outra ali... antes que o semestre acabe,
uma esperança perdida em algum canto da casa,
algumas duvidas e anseios...
mas logo passa, 
tudo passa, 
"até a uva passa"...
E as horas passam.
Amanhã começa tudo outra vez !

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Emergência



 “Quem faz um poema abre uma janela. 
  Respira, tu que estás numa cela abafada, 
  esse ar que entra por ela.
  Por isso é que os poemas têm ritmo 
  - para que possas profundamente respirar.
  Quem faz um poema salva um afogado”.


Mário Quintana (1906-1994)

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

estranhamento



Detesto esse estado de inércia que às vezes paira no ar.


Fica dificil de respirar ...


Sera que alguém poderia abrir a porta, por favor ?

domingo, 9 de outubro de 2011

Relato


Aqui chove desde sexta-feira. O céu esta nublado e os vestigios da chuva, vejo da porta que da para o terraço daqui do apartamento. Fico olhando as gotas enfileiradas no enconsto das cadeiras de madeira e vejo também o verde das plantas que logo logo serão obrigadas à fugir do inverno. A temperatura caiu uns 10 graus e faz frio.Domingo com cara de domingo : acordar tarde, tomar café da manhã ao meio dia e almoçar por volta das 16h, assistir seriados, sentir preguiça, vestir moleton, telefonar pra familia que mora longe, ler e de noite dormir, ja que a segunda-feira se anuncia. Ja estamos quase na segunda quinzena de outubro e perceber que o tempo passa rapido me faz pensar que ano logo logo vai acabar e que ainda temos tantas coisas pra fazer e ao mesmo tempo que ja fizemos tanta coisa até agora ! Parece que foi ontem que cheguei do Brasil com meus avòs, parece que foi ontem que eu embarcava pro Brasil, parece que foi ontem que eu decidi morar na França ... e la se foram dois anos e meio...

e esse blog me acompanha; um diario, um espaço de compartilhamentos e trocas e descobertas ... com ele pessoas anônimas e conhecidas acompanham meus "pés dançantes de passagem" ... na mesma equivocada rapidez das horas, dos dias, meses e anos ...  por isso eu escrevo, pra tentar capturar esses momentos e compartilho pra tentar despertar outras lembranças, outros momentos ...

Bom domingo !

Namastê

domingo, 25 de setembro de 2011

"Quando eu piso em folhas secas ..."




Com folhas e frutos e braços abertos ...


Que o outono nos preencha os olhos de beleza mais uma vez !


E para comemorar a chegada dele ... 


nada melhor que a poesia, ou melhor, um haikai do Quintana :


Uma boroleta amarela ?


Ou uma folha seca


Que desprendeu e não quis pousar ?


Mario Quintana - Haikai de Outono




segunda-feira, 19 de setembro de 2011

"Dalvaneios"


" Eu canto porque o instante existe e a minha vida esta completa"


2 de setembro de 2011, Uberlândia - Minas Gerais - Brasil.

A musica eternizou o momento : uma alegria, um sentimento, uma paixão que um dia existiu e deixou historias pra se contar

cantando ... 

e assim eu cantei e me inspirei de cada detalhe ... "Dalvaneei" !

















 

"devaneios" ou palavras ao vento ( de um dia nublado e com chuva)



em dias nublados fico assim, com cara de sei la o quê .


se da vontade de fazer alguma coisa, a vontade logo passa


se preciso ler um livro, não sei qual deles escolher ... 


o computador acaba me engolindo nesses dias .


acho melhor sair daqui e fazer uma faxina.



domingo, 11 de setembro de 2011

" Navegar é preciso ..."



Tempo


Somos como barcas
deslizando pelo tempo,
e nesse tempo
ha que tecer a trama
da vida
com fios de amor e sonho,
para que a viagem seja leve,
para que a viagem seja bela.


(Roseana Murray)


Volto para o velho continente carregando na bagagem sorrisos, olhares, momentos, alegrias, sentimentos que cultivei durante minha estadia de 60 dias na Terra Brasilis ... minha coleção de lembranças aumenta, fecho os olhos destilando sensações !


Namastê 

terça-feira, 16 de agosto de 2011

O Clube ...

emoções emprestadas
saudades de um tempo que não vivi,
de lutas pelas quais não lutei,
de encontros que não tive,
de uma esquina que nunca pisei.


decanto sensações literárias
viajei no tempo das páginas ... onde "os sonhos não envelhecem" .



quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Presente


Desfrutando ...

do tempo
dos olhares
dos sorrisos
dos abraços
das companhias
das risadas
dos carinhos
das palavras

porque temos que viver o hoje, o aqui e o agora !

Namastê

domingo, 3 de julho de 2011

1 ... 2 ... 3 ...


"Alguns escrevem pela arte, pela linguagem, pela literatura. Esses, sim, são os bons. Eu só escrevo para fazer afagos. E porque eu tinha de encontrar um jeito de alongar os braços. E estreitar distâncias. E encontrar os pássaros: há muitas distâncias em mim (e uma enorme timidez). Uns escrevem grandes obras. Eu só escrevo bilhetes para escondê-los, com todo cuidado, embaixo das portas."  - Rita Apoena.

Mais uma pra minha coleção de compartilhamentos ... porque eu também escrevo pra estreitar distâncias !

Namastê !

sábado, 25 de junho de 2011

Porque todo dia é dia !


Mais uma vez, acordo com aquela agradavel sensação de gratidão. 

Me lembro de um poema de Roseana Murray, escrito à poucos dias atràs aqui ... 

E compartilho :


AGRADECIMENTO
Porque a vida é uma festa
trágica, alegre ou triste,
porque a vida é um presente,
não importa o recheio,
porque o tempo é caudaloso
e apaga o próprio tempo,
porque há sempre alguém que se ama,
porque o universo é imenso
e somos apenas uma leve pegada,
porque somos feitos de sangue,
ossos,lágrimas e poesia,
porque cada dia é absurdamente único,
porque em tudo o que tocamos,
pele, objeto, coração,
deixamos nossa tatuagem,
há que agradecer. 

Roseana Murray, Agradecimento in Blog da Roseana


Namastê !



terça-feira, 21 de junho de 2011

" Um gosto de sol "



porque tudo muda 
tudo esta em constante movimento
como numa grande espiral 


primavera, verão, outono, inverno.
das flores
do sol
do fruto
do aconchego do cobertor


olhar pra tras ?!
somente pra recuperar os instantes
felizes, sorridentes, emocionados
e caminhar adiante ...
deixar-se levar pelo vento
"ventania em qualquer direção"

terça-feira, 14 de junho de 2011

Romantismo "à la mode"


O dia dos namorados aqui na França é comemorado como nos Estados Unidos, dia 14 de fevereiro (dia de Saint Valentin) .... mas esse ano eu e o Caique decidimos comemorar na data brasileira, ou seja, dia 12 de junho - domingo que passou. Para a ocasião, optamos pelo "faça você mesmo",  e aqui em casa o "lema" acontece na cozinha ... hehehe

Pra começar um belo café da manhã (do jeito que eu gosto - e quem me conhece sabe que eu AMO café da manhã rs), com direito à pancakes, geléia, mel, maple syrup, frutas da estação, cafézin, leite, suco de laranja natural, baguette, manteiga com cristais de sal, croissants, super bolo de cenoura com chocolate (receita da vovis Maria) e um bouquet de flores !




Como o tal da café da manhã colonial aconteceu meio tarde .... pulamos direto pra janta, que foi um SuperMega Hamburger de frango empanado feito "maison" (ou seja, preparados pelo Chef Caique) e estava simplesmente delicioso ! E pra fechar com chave de ouro .... uma sobremesa que eu vou deixar vocês descobrirem timtim por timtim aqui ! rs


E como eu sou romântica (simmm.... eu admito ! rs), compartilho uma musica que adoro e que insiste em ficar cantarolando hoje, na minha cabeçinha romântica  :)





sábado, 4 de junho de 2011

Tap My Way of Life


Tem coisas que a gente não explica ... a gente simplesmente sente !

A dança na minha vida é assim ... sentida !

Cada minimo movimento, do fio de cabelo à ponta dos pés ... 

Facil de explicar agora : Emoção não se explica ... se sente !  (rs)


sábado, 28 de maio de 2011

"Não adianta vir com guarana pra mim ..."


Era uma vez uma sapateadora que foi morar na França junto com seu namorado, musico e atrevido à 'chef de cozinha'. Infelizmente ( para as calorias DELA), ele cozinha muito bem e quando se junta fome + vontade de comer é um Deus nos acuda !

Depois de dois anos morando na França, com o tal 'namorido' musicochefdoutorandoemcinema, saboreando todas as gostosuras e aproveitando tudo o que a França pode nos oferecer em qualidade de produtos para as criativas invenções e desejos gastronômicos do 'namorido' - ELA  (que dança numa cia de sapateado, é professora de dança e ainda vai ficar dois meses de férias no Pais Tropical) decidiu que precisaria entrar num ritmo de diminuição das calorias do cardapio semanal e ainda precisaria aproveitar o bom tempo da primavera em Lyon, para fazer caminhadas no parque !

Chamou o 'namorido' e os dois resolveram se apoiar mutuamente, e então ...

Ha mais ou menos quatro semanas atràs, colocaram o plano em pratica e com louvor !

(claro que uma escorregada ali outra aqui nos finais de semana, mas nada de desistir) 

Mas ... TODA essa lenga lenga pra contar que HOJE a unica coisa que não sai da minha cabeça é o tal do CHOCOLATE !!!! Meu fiel parceiro, minha paixão profunda e portanto meu sofrimento .... Simmmmm quando eu sinto vontade de chocolate eu fico ainda mais dramatica ! hahahaha 

Mas como dizia Cazuza "Faz parte do meu show..."

E como quem canta, seus males espanta : 


quinta-feira, 26 de maio de 2011

"Enquanto os homens exercem seus podres poderes"



Meu coração chorou ...

junto com as arvores, 

junto com a amazônia, 

junto com a injustiça.


(entenda mais aqui)

 .




sexta-feira, 20 de maio de 2011

"Todolugar"


E mais uma vez o ano letivo acaba pra mim ... e quando esse alivio do final chega, é sinal de que a saudade aperta! rs

Bizarro ou não, esse sentimento na contramão ... é o que eu sinto quando a primavera começa a esquentar aqui, nessa terra distante do pais tropical ... Mas como dizia Cazuza (cito e me repito) "Ainda bem que eu tenho blues, um troço qualquer que me dê luz". 

Eu tenho um blues, dois pares de sapato de sapateado e uma saudade de samba e batucada! Essa sou eu, contraditòria ou não ... amante da primavera daqui e do outono de maio de là ! Fecho os olhos e estou em "todolugar" ...

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Ultima oração ...


Descobri uma banda hoje ("a banda mais bonita da cidade")

e fiquei encantada com a musica e com  o video !

Compartilho !






quinta-feira, 12 de maio de 2011

Coleções


Eu sou uma colecionadora assidua ...

Coleciono sorrisos, afetos, olhares, sabores, amizades, empatias, musicas, cartas, danças, lembranças, palavras de bem, suspiros, alegrias, cumplicidades, surpresas... Mas tenho um carinho especial pelas minhas coleções de sonhos e gratidões ... 

Hoje compartilho a minha mais nova aquisição dessas duas coleções, um sonho que virou gratidão ... um momento daqueles que a gente precisa se "beliscar" pra saber se é realmente verdade ! rs

Um presente de quem se ama. 

Um show de jazz no dia 11 demaio de 2011. 

E num piscar de olhos dividir a cena da salle 3000 da Cité Internationale com o "mestre" Bobby McFerrin !

Simplesmente Inesquecivel ...




video


E continuo colecionando .... 

Namastê ! 

sexta-feira, 6 de maio de 2011

"Quereres"


E existe so uma vontade ...

De ir além,
De um sorriso,
De um olhar sincero,
De uma surpresa,
De um abraço apertado,
De ir na direção contraria e voltar,
De fazer o que a gente gosta,
De parar,
De fazer tudo e nada,
De  amar,
De fechar os olhos,
De ouvir entre um silêncio e outro,
De cantar,
(às vezes) De chorar,
De compartilhar,
De sonhar,
De meditar,
De sempre dançar,
De viajar,
De agradecer,
De mudar ...
E sempre, sempre
De poder recomeçar !




Foto by CH Silveira

quinta-feira, 21 de abril de 2011

"O importante é ser feliz e mais nada"


E por que não?

A alegria é uma escolha a ser feita todos os dias.

Ao abrir os olhos pela manhã é que escolhemos ser felizes.

Todos os pequenos detalhes, as duvidas, indecisões e até mesmo as imperfeições ficam pequenas .... tão pequenas que se tornam quase imperceptiveis ao lado de uma escolha otimista.

E quer mais otimismo que escolher ser feliz ?!




terça-feira, 12 de abril de 2011

Alegria Nossa de Cada Dia



Simples assim ...


abrir os olhos,
aguardar o dia, 
saborea-lo, 
sorrir e descobrir a alegria 
em doses homeopaticas!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Emprestando palavras ...



Porque quando não se tem o que falar .... se escreve. 
Aquilo que é da gente, e aquilo que é do outro e a gente se apropria.


Com pedaços de mim eu monto um ser atônito.


Tudo que não invento é falso.


Há muitas maneiras sérias de não dizer nada, mas só a poesia é verdadeira.


Não pode haver ausência de boca nas palavras: nenhuma fique desamparada do ser que a revelou.


É mais fácil fazer da tolice um regalo do que da sensatez.


Sempre que desejo contar alguma coisa, não faço nada; mas se não desejo contar nada, faço poesia.


Melhor jeito que achei para me conhecer foi fazendo o contrário.


A inércia é o meu ato principal.


Há histórias tão verdadeiras que às vezes parece que são inventadas.


O artista é um erro da natureza.  Beethoven foi um erro perfeito.


A terapia literária consiste em desarrumar a linguagem a ponto que ela expresse nossos mais fundos desejos.


Quero a palavra que sirva na boca dos passarinhos.


Por pudor sou impuro.


Não preciso do fim para chegar.


De tudo haveria de ficar para nós um sentimento longínquo de coisa esquecida na terra - Como um lápis numa península.


Do lugar onde estou já fui embora.


Manuel de Barros 
in Livro Sobre o Nada, ed Record

quarta-feira, 30 de março de 2011

A danadinha !


Penso ...logo me lembro. Sinto. Vivo. Canto.


"...Cantando aos acordes do meu violão
É que mando depressa ir-se embora saudade que mora no meu coração"

Porque às vezes, ela vem assim sem avisar.
Dai ... eu canto e escrevo!

domingo, 27 de março de 2011

Carpe Diem quam minimum credula postero



Primavera. Seis dias initerruptos de sol, brisa fresca e bom humor. E para que isso continue a acontecer, chuva pra lavar a alma, molhar a terra, fazer florescer, dar frutos.

Alegria em doses homeopaticas. Jantar com amigos, tomar um café, recordar, pensar no amanhã, receber um email inesperado recheado de carinho, sentir saudades, ouvir uma musica nova e apreciar, ter longas conversas ao telefone, escrever pra alguém, dançar, conhecer os sabores de outro lugar, colecionar gentilezas, dar e receber um olhar, um abraço, um sorriso ... sonhar, meditar, cantarolar, sentir cada dia chegar ! 


domingo, 20 de março de 2011

Espontaneamente ...


Nada como nascer, crescer, amadurecer e continuar caminhando, acreditando, persistindo, caindo e levantando e para todo o sempre meditando !

Faz um tempo que tenho vontade de compartilhar sobre os "efeitos" da meditação na minha vida. Vira e mexe eu menciono, mas não entro em detalhes por motivos diversos ... Mas a verdade é que o momento é propicio e relevante.

Ja faz um ano que medito diariamente, duas vezes por dia, de manhã e de noite e tenho desfrutado aos poucos e em doses homeopaticas das mudanças provocadas em mim e por consequência, nos que estão ao redor !

Foi um encontro espontâneo, um desejo de 'algo mais' que vinha de mim e foi ao encontro do "método" Sahaja Yoga de meditação. Me identifiquei desde a primeira 'aula' e depois foi sò começar a meditar em casa, "pegar o jeito" e perceber as 'micro-perceptiveis-mudanças'.

Meditação individual e coletiva, um verdadeiro presente, outros pontos de vista e uma alegria interna... um encontro espontâneo com a gente mesmo que sò funciona se realmente for espontâneo, pois Sahaja Yoga nada mais é que uma União (yoga) Espontânea (sahaja).

Quero dizer que na verdade não importa o quanto as pessoas te falem, insistam, repitam milhões de vezes, expliquem as 'maravilhas' e os retornos dos métodos que cada um utiliza ... Se você não for o motivador da sua propria vontade, do seu real desejo, o interesse e sobretudo a 'atenção' em relação ao 'sujeito' se evapora como a agua, com facilidade. 

Posso afirmar que quando esse 'desejo' parte de nòs mesmos, nos surpreendemos e ao abrirmos a possibilidade para 'experimentar', os resultados  chegam espontaneamente também :)

Meu depoimento, é a minha "experiência" : meu desejo, minha busca, minhas sensações e aos poucos os reflexos 'espontâneos'. Sò posso dizer daquilo que eu sinto, e pra mim Sahaja Yoga  tem sido um presente. Por isso continuo adiante nessa busca e "me levo" para meditar todos os dias !

Se quiserem conhecer mais sobre a Sahaja Yoga, clique aqui !

Namasté (O Deus que habita em mim, saùda o Deus que habita em ti)

JSM


domingo, 13 de março de 2011

Onde é que ela esta ?!!


Estou precisando de inspiração ... mas nessa semana em que o Tempo Pode Mudar, minhas emoções ficam muito à flor da pele. Nem as musicas estão dando conta do recado, poemas, textos, crônicas, contos ... nada disso explica. 

Quando o interlocutor abre a boca, o receptor não escuta ou entende uma outra palavra, um outro sentido - parece distorção - mas não, é falta de comunicação. Na Era onde os meios de comunicação se desenvolvem com o piscar dos olhos, as pessoas perdem a capacidade de se comunicar, perdem também a sutileza do olhar, não sabem mais se expressar. Os sinônimos de espontaneidade, sinceridade, honestidade, maturidade, carinho e amor mudaram de lugar no dicionario o significado então... esse parece estar em extinção.

Com todo esse "falatòrio com o pé na cabeça" percebi que o importante mesmo é escolher as palavras com cuidado, reconhecer que o que foi dito, foi mal escolhido e talvez impulsivo, emotivo demais... pedir desculpas e cultivar reciprocidades !

Domingo nublado e mais uma queda significativa da temperatura provocam reações adversas .... eu avisei que estava sem inspiração ! Mas o tempo pode mudar ..... sempre !

Pego Cazuza emprestado : "ainda bem que eu tenho um blues, um troço qualquer que tem luz". 

terça-feira, 8 de março de 2011

Usando Chico Buarque ...


Não, aqui não é carnaval, ninguém vai passar pela avenida popular !

Também não se vê fantasias, folia ou multidão ...

Apenas aguardamos ansiosos pela chegada da primavera. 

Os primeiros raios de sol que apontam e a brisa fresca que nos envolve.


Não, aqui não é carnaval, não lembraremos que aqui passaram sambas imortais!

Mas celebramos a despedida do inverno, que foi longo e frio.

Esperamos os dias longos, alegres e ensolarados.

Os pique-niques no parque e os sorrisos mais frequentes.

Não, aqui não é carnaval, mas eu tenho direito à uma alegria fugaz ... uma ofegante epidemia!

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Colecionando ...


"Quando olho para o meu passado, encontro uma mulher bem parecida comigo - 
por acaso, eu mesma - porém essa mulher sabia menos, conhecia menos lugares, menos emoções."


Martha Medeiros




Hoje fazem exatamente dois anos que peguei um avião rumo ao velho continente. 

Meu desejo pelo reencontro era tão puro e legitimo que tudo aconteceu bem ! Sem medo, sem hesitações, sem duvidas, nem inseguranças... as doze longas horas de viagem passaram num piscar de olhos e finalmente eu estava pisando em solo firme no aeroporto Charles de Gaule em Paris.

Um fim de semana inesquecivel, naquela cidade incrivel ... seis meses depois, um reencontro digno da saudade que sentimos em contagem regressiva. A viagem de trem até Lyon, também esta registrada nos meus arquivos de uma memoria recente, que passou tão rapido .... e dois anos se passaram !

Uma unica certeza : que tudo estava mudando num ritmo acelerado, e aqui estou colecionando momentos, lembranças, experiências ... e saudades também  !

O caminho foi longo, e nesses dois anos muitas coisas aconteceram ... Tive medo de falhar, de arrepender, de ousar, pensei em desistir e até de nem tentar. Mas serena(mente) aquele mesmo desejo que me fez atravessar oceano pela primeira vez, se manifestou, e percebi que essa sensação existiria em qualquer lugar do Universo se eu estivesse bem comigo mesma !

Hoje vivo momentos que não imaginei que aconteceriam um dia, e agradeço todas as palavras de carinho e incentivo que ouvi quando me assustei ao ver o mundo se abrir ! 

Hoje eu agradeço as oportunidades, os novos amigos, as novas 'lentes' com as quais enxergo cada pequeno movimento, cada mudança de estação, cada cheiro, cada novo sabor, cada cor, cada sentimento e toda a saudade, carinho, amor, ternura ... e uma infinidade de sensações delicadas !

Agradeço o crescimento e amadurecimento e sobretudo o 'puro desejo' de evoluir !

JSM

Namastê